• Join over 1.2 million students every month
  • Accelerate your learning by 29%
  • Unlimited access from just £6.99 per month

Anlise Temtico-Estilstica de O Cortio

Extracts from this document...

Introduction

An�lise Tem�tico-Estil�stica "O Corti�o" de Alu�sio Azevedo (Capitulo III) Ao estudar o in�cio do cap�tulo tr�s, do livro "O Corti�o" de Alu�sio Azevedo o narrador apresenta o corti�o ao amanhecer. Nesta passagem, ele nos introduz n�o s� ao ambiente do corti�o, mas tamb�m ao dia-a-dia dos personagens que nele habitam. Desta forma, n�s, os leitores somos deparados com o acordar de seus moradores e suas rotinas matinais. Primeiramente, o autor personifica o corti�o, tratando-o como um s� ser. Isto pode ser visto quando ele inicia o trecho, "(...) o corti�o acordava". Assim, ele nos mostra como o corti�o representa seus moradores e suas vidas pessoais. Ao ler esta passagem temos uma impress�o do corti�o como um "organismo vivo", onde ele n�o � somente um alojamento para trabalhadores, mas tamb�m um foco principal da narrativa. ...read more.

Middle

O narrador tamb�m � capaz de fazer com que o leitor se sinta dentro do ambiente, da seguinte forma: ele apela para os sentidos, descrevendo odores, sons, vis�es e temperaturas presentes na atmosfera. "O cheiro quente do caf� aquecia (...)". O autor usa o recurso de combinar deferentes percep�es sensoriais, como a sinestesia, para apelar aos nossos sentidos e nos integrar � passagem, fazendo o leitor se sentir inserido na narrativa. Outra observa��o que pode ser feita ap�s ler esta passagem � como os sons s�o inseridos no texto para transmitir um quadro sonoro de tumultua��o e agita��o ao leitor. O autor passa esta imagem utilizando descri�es como: "o rumor crescia (...) ...read more.

Conclusion

O autor faz uma abordagem aos seres humanos a partir de suas dimens�es mais animais, se referindo a eles como "machos e f�meas", recorrendo � zoomorfiza��o. Isto cria em nossas mentes uma id�ia primaria e sem pudores dos seres humanos encontrados no livro. Pode ser visto que o autor, Alu�sio Azevedo enfatiza a id�ia inicial do corti�o, fazendo com que os leitores sintam exatamente como � ambiente e o cotidiano dos personagens apresentados na obra, como um todo. Ele tamb�m utiliza variados recursos como a ambi��o de demonstrar a esp�cie de comportamento destes seres humanos: n�o refinado, rude e com aus�ncia de princ�pios. Isso introduz ao leitor os tipos e personagens que v�o ser encontrados ao desenvolver da narrativa e os apresenta ao cotidiano deste grupo social encontrado no corti�o. ?? ?? ?? ?? ...read more.

The above preview is unformatted text

This student written piece of work is one of many that can be found in our International Baccalaureate Languages section.

Found what you're looking for?

  • Start learning 29% faster today
  • 150,000+ documents available
  • Just £6.99 a month

Not the one? Search for your essay title...
  • Join over 1.2 million students every month
  • Accelerate your learning by 29%
  • Unlimited access from just £6.99 per month
  • Over 160,000 pieces
    of student written work
  • Annotated by
    experienced teachers
  • Ideas and feedback to
    improve your own work