• Join over 1.2 million students every month
  • Accelerate your learning by 29%
  • Unlimited access from just £6.99 per month

Introduo A medio do contedo de gua til uma vez que expressa

Extracts from this document...

Introduction

Introdu��o A medi��o do conte�do de �gua � �til uma vez que expressa o valor absoluto de �gua necess�ria para a satura��o completa atingida artificialmente, esta medi��o � importante uma vez que informa da quantidade de �gua que uma planta necessita. Este valor pode ter diferente significado fisiol�gico para diferentes esp�cies ou mesmo para diferentes partes da planta. A turgidez relativa � calculada atrav�s: T.R.= (peso verde - peso seco) /(peso t�rgido-peso seco) x 100 O d�fice de satura��o � calculado atrav�s: D.S.= (peso t�rgido-peso verde)/( peso t�rgido-peso seco) ...read more.

Middle

coloca-la em �gua destilada at� atingir a satura��o, retirar a �gua superficial e repes�-la obtendo assim o peso t�rgido. De seguida, de modo a evitar a perda de �gua resultante da respira��o, o tecido da planta � morto e seco numa estufa a temperatura constante entre 70� C e 80� C durante 24 horas para a maioria das esp�cies. A validade deste m�todo depende dos tr�s pesos medidos- peso verde, peso t�rgido e peso seco. . O potencial de �gua mede a energia livre da �gua (em termodin�mica a energia livre representa o potencial para executar um trabalho). ...read more.

Conclusion

Se a densidade da solu��o aumentar, significa que a solu��o tornou-se mais concentrada, ou seja houve troca de �gua para o interior dos tecidos vegetais, sendo o potencial de �gua dos tecidos superior ao potencial de �gua da solu��o. Se a densidade da solu��o diminuir, significa que a solu��o tornou-se mais dilu�da, ou seja houve troca de �gua para o exterior dos tecidos, sendo o potencial de �gua da solu��o superior ao dos tecidos. Neste m�todo assume-se que o movimento de solutos entre o tecido e a solu��o � negligenci�vel. ...read more.

The above preview is unformatted text

This student written piece of work is one of many that can be found in our University Degree Portuguese section.

Found what you're looking for?

  • Start learning 29% faster today
  • 150,000+ documents available
  • Just £6.99 a month

Not the one? Search for your essay title...
  • Join over 1.2 million students every month
  • Accelerate your learning by 29%
  • Unlimited access from just £6.99 per month

See related essaysSee related essays

Related University Degree Portuguese essays

  1. A Importncia do Mercado de Aes Para o Desenvolvimento Econmico Sustentvel Brasileiro

    O desenvolvimento da Europa e particularmente dos Estados Unidos foi impulsionado por uma continuada efici�ncia na intermedia��o de poupan�as. Esse desenvolvimento dificilmente teria ocorrido sem um sofisticado mercado financeiro e de capitais. Um dos fatores que explicam o maior per�odo de prosperidade da economia americana � a exist�ncia de um

  2. O MERCADO DE CAPITAIS DO BRASIL NO PERODO DE 1994 A 2003: SUA IMPORTNCIA ...

    A baixa participa��o das emiss�es primarias na Forma��o Bruta de Capital Fixo demonstra que, no Brasil grande parte dos investimentos de longo prazo s�o financiados atrav�s de fontes de capital inadequadas (autofinanciamento e cr�dito subsidiado), sendo um dos motivos do baixo n�vel de investimentos.

  1. A Torri uma marca do grupo J.M.V., operando este grupo em duas reas ...

    � medida que a popula��o se torna mais diversa, as oportunidades para interac��o social com membros de outros grupos raciais e �tnicos devem aumentar. O casamento entre grupos (casamento de pessoas de ra�as diferentes ou de origem hisp�nica) � uma medida de interac��o social.

  2. Sociologia das religies

    utilit�rio; e incluem cren�as (normalmente dogm�ticas e sistematizadas, sobre o universo, a sociedade, a natureza ou o comportamento humano) e ritos (formas estabelecidas de comportamento individual ou colectivo que actualizam cren�as e celebram a rela��o com o sagrado), o que sup�e a cren�a e a f�, mas que se podem autonomizar em rela��o a elas.

  1. O presente trabalho tem como objectivo a elaborao de um texto pessoal sobre um ...

    Este processo de socializa��o realiza-se sempre enquadrado num determinado contexto socio-estrutural, cuja a an�lise micro-sociol�gica do processo de interioriza��o deve ter sempre em aten��o uma compreens�o macro-sociol�gica dos v�rios aspectos da estrutura social em que se desenvolve, � fundamental, uma compreens�o do social onde ela surge.

  2. Fisiologia vegetal Determinao do potencial de gua utilizando a cmara de presso ...

    Ao cobri-las evita-se o processo de perda de �gua e o potencial h�drico da folha iguala-se ao potencial h�drico do local onde esta est� inserida. A folha cobre-se com uma bolsa pl�stica para evitar a perda de �gua, envolvendo-se depois com papel de alum�nio de modo a reflectir a luz diminuindo o aquecimento da folha.

  1. O Barroco é abrangente e alastra-se sobre todas as artes: Literatura, Arquitetura, Pintura e ...

    Com o in�cio dos tempos modernos, desenvolveu-se a expans�o mar�tima e comercial, e dentro desse novo contexto a moral econ�mica da Igreja come�ou a entrar em choque com a atividade da grande burguesia. Essa classe, empenhada em desenvolver ao m�ximo as atividades comerciais, sentia-se incomodada com as concep�es tradicionais da Igreja, que taxava de pecado a busca impetuosa do lucro.

  2. Conceptul de dezvoltare regionalã.

    ADR -urile sunt partenerii Ministerului Integrarii Europene, responsabili cu elaborarea Planurilor de Dezvoltare Regionala, ca baza pentru elaborarea PND, iar ulterior aprobarii PND de catre Guvern, au rolul de autoritati de implementare a masurilor stabilite �n cadrul prioritatii PND privind dezvoltarea regionala.

  • Over 160,000 pieces
    of student written work
  • Annotated by
    experienced teachers
  • Ideas and feedback to
    improve your own work